Compulsão alimentar: estresse e ansiedade ser a raiz desse problema -
compulsão alimentar

Compulsão alimentar: estresse e ansiedade ser a raiz desse problema

A compulsão alimentar faz com que a pessoa coma uma grande quantidade de alimentos. Mas essa quantidade não se distribui durante o dia todo. Na verdade, a pessoa acaba comendo muitas coisas e muito delas de uma só vez. Por isso,  pode-se até perder o controle sobre o que ou o quanto se come.

Algumas coisas que favorecem a compulsão alimentar são o estresse e a ansiedade. Assim, para combater esse problema, é importante tratar as suas causas.

Como a compulsão alimentar acontece?

A compulsão alimentar tem a ver com comer carboidratos. Isso porque eles, principalmente os doces, aumentam a produção de serotonina no cérebro. E ela é que nos causa as sensações de prazer e bem-estar.

Assim, quando os níveis de serotonina estão baixos, é comum atacarmos a geladeira. E o estresse e a ansiedade são um dos fatores que mexem com os nossos hormônios e as funções do nosso corpo. É por isso que elas podem causar compulsão alimentar.

Quem pode ter esse problema?

É interessante notar que nem todas as pessoas com compulsão alimentar são obesas, por exemplo. Mas, mesmo sem ter um peso muito alto, podem ter problemas como diabetes e depressão. Aliás, a própria compulsão em si já é vista como uma questão de saúde. Isso porque é um vício, que inclusive traz sintomas de abstinência quando não o saciamos.

Dessa forma, é bom ficar atento para ver se os episódios de compulsão alimentar são isolados. Ou se acontecem com muita frequência. Neste último caso, é importante buscar ajuda especializada para se tratar. Além disso, há compostos que podem ajudar a combater as suas causas.

Combate à compulsão alimentar

Como visto, olhar para o que causa o problema pode ser uma boa pedida. Assim, ter rotinas mais disciplinadas, praticar exercícios físicos e ter uma boa alimentação já ajudam muito. Além de ter boas noites de sono. Mas fica difícil conseguir tudo isso quando já existe um quadro de estresse e ansiedade. Isso porque, muitas vezes, esses fatores estão acompanhados de insônia.

Então, pode ser interessante recorrer a compostos que combatam a ansiedade e o estresse. Alguns deles, aliás, estão em algumas plantas e causam menos efeitos colaterais que outros.

Compostos naturais que ajudam

Dois desses compostos são o honokiol e a berberina. Eles são eficazes na redução da ansiedade e da agitação do sono. Também reduzem os níveis de cortisol, o hormônio do estresse. Dessa forma, podem ajudar a combater a compulsão alimentar sem causa dependência. Principalmente quando os combinamos com a Valeriana, uma planta com poder de calmante e de relaxar os músculos.

Outro ingrediente natural que pode ser combinado com a essa planta é o extrato da laranja Citrus Sinensis. Ele também ajuda a tratar a inflamação causada pelo estresse. Além disso, ajuda a regular o sono. E isso melhora o humor e a qualidade de vida de forma geral.

Por fim, também podemos citar o extrato do açafrão que se obtém dos três estigmas vermelhos da flor de Crocus Sativus L. Ele ajuda a regular o sono, o apetite e o humor. Além disso, melhora a sensibilidade à insulina e reduz os níveis de glicemia e de gordura no sangue em pessoas obesas.

Portanto, tente se observar para perceber uma possível compulsão alimentar. Se ela se manifestar, procure ajuda profissional o quanto antes. E lembre-se de que existem muitos recursos para melhorar sua saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.