Óleos essenciais e aromaterapia | Naturallis - fármacia de manipulação
óleos essenciais e aromaterapia

Óleos essenciais e aromaterapia

Os óleos essenciais são compostos naturais, voláteis e complexos, caracterizados por um forte odor sendo sintetizados por plantas aromáticas durante o metabolismo secundário. Normalmente extraídos de plantas encontradas em países quentes, como as do mediterrâneo e dos trópicos, onde representam parte importante da farmacopeia tradicional.

Através de óleos essenciais de plantas, cuja química natural apresenta princípios ativos que provocam as mais diversas reações no organismo, a aromaterapia estimula a parte do cérebro ligada à dor, digestão, sono, respiração, circulação sanguínea. Assim, essa prática terapêutica não convencional e naturalista promove bem-estar mental, emocional e físico. No entanto, apesar de natural, é preciso tomar alguns cuidados na prática dessa terapia.

Embora os óleos essenciais sejam derivados de processos naturais, salvo raras exceções, devem ser usados sempre diluídos, pois são extremamente fortes, além disso é necessário sempre ter uma orientação sobre a forma de uso dos óleos e sua forma de aplicação, além de sempre consultar caso já faça o uso de algum medicamento. Eventualmente alguns casos podem ter interação medicamentosa.

O tratamento com aromaterapia pode ser feito de várias formas, oferecendo a versatilidade necessária para se compatibilizar com qualquer rotina. “Os óleos podem ser utilizados em banhos, escalda-pés, massagens, compressas, inalações, borrifadores, vaporizadores, difusores. Hoje, existem até difusores pessoais, com uma microcerâmica onde se coloca um algodãozinho com uma gotinha do óleo e usa como um colar.

O uso dos óleos essenciais na medicina tradicional

A aromaterapia é considerada uma terapia complementar, que não deve substituir o tratamento médico. A grande vantagem dos óleos essenciais sobre os remédios alopatas é o fato de serem naturais e oferecerem raríssimos efeitos colaterais, como alergias. Por segurança, Silvia Bachstein sugere que se faça um teste em uma pequena área da pele antes de utilizar um óleo essencial no corpo.

Novas pesquisas nessa área auxiliam na valorização dos conhecimentos populares, proporcionando respaldo científico e maior segurança para os que a utilizam. Compreender os mecanismos de ação pode auxiliar no avanço dessas terapias, criando novas tecnologias e conduzindo a uma melhor prática.

Alguns óleos essenciais podem interagir entre si trazendo um benefício maior na utilização, esse é o caso dos mix de óleos ou blends. Blend de óleos essenciais são sinergias compostas por mais de um óleo essencial que também possuem função terapêutica.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *