Tratar micose de unha: difícil mas não impossível - Naturallis
remedio micose unha

Tratar micose de unha: difícil mas não impossível

Existem diversos meios para tratar micose de unha. No entanto, muitos deles podem não ser tão eficientes, ou trazer muitos efeitos colaterais. Além disso, o tratamento é demorado. É por isso que, muitas vezes, as pessoas acabam parando no meio do caminho.

Então, que tal conhecer algumas opções? Assim, dá para escolher a que mais cabe na sua rotina. E seguir o tratamento o tempo que for preciso.

O que é a micose de unha?

A micose de unha é um problema causado por fungos. Esses fungos se alimentam da queratina, uma proteína que forma a maior parte da unha. Ademais, é comum aparecer em pessoas com a imunidade comprometida, ou em idosos e diabéticos.

Então, é muito importante tratar micose de unha. Caso contrário, ela pode se espalhar por toda a unha. E até mesmo para outras unhas! Quando isso acontece, fica ainda mais complicado de tratar.

Por que é tão difícil tratar micose de unha?

Alguns remédios para se aplicar diretamente na unha não são tão eficazes. Isso porque a estrutura da unha age como uma barreira. Dessa forma, impede o composto ativo de chegar até onde deveria. Algo que ajuda, no entanto, é remover, na medida do possível, as partes afetadas.

Os remédios sistêmicos, por outro lado, podem ser apenas um pouco mais eficazes. Contudo, podem trazer efeitos adversos, o que limita o seu uso em muitas pessoas.

Tratar micose de unha por via oral

Tomar remédios por via oral é uma maneira clássica de tratar micose na unha. A maioria deles interferem na membrana da célula do fungo, e uns podem ter mais atividade antifúngica que outros.

Contudo, como visto, podem causar alguns problemas, tais como:

  • náuseas e vômitos;
  • queimação no estômago;
  • perda do paladar;
  • cólicas;
  • urticária;
  • dores de cabeça;
  • sonolência;
  • visão turva.

Outras formas de tratamento

Os tratamentos clássicos também incluem aqueles de aplicação local. Alguns têm a forma de vernizes, outros de soluções. Estes últimos se mostraram mais eficazes, pois conseguem atingir mais facilmente a região sob a unha. Dessa forma, alcançam os canais de ar formados pelo descolamento da lâmina da unha.

Dentre os tratamentos de aplicação local, podemos citar o óleo essencial de melaleuca. Esse potente extrato é conhecido há muito. Já era usado, por exemplo, pelos aborígenes da Austrália e, posteriormente, durante a Segunda Guerra Mundial, como agente antimicrobiano e repelente de insetos. Ele compunha o estojo de primeiros socorros dos soldados australianos.

E não para por aí! Estudos recentes mostram que o óleo essencial de melaleuca pode tratar diversos problemas na pele, além da micose de unha. Dentre eles:

  • feridas, bolhas e manchas;
  • infecções por bactérias e herpes;
  • erupções na pele;
  • verrugas e acne;
  • queimadura;
  • mordidas de insetos;
  • ulceras da mucosa oral e gengivites.

Portanto, lembrando das complicações possíveis, busque ajuda médica assim que notar algo estranho na unha. Dessa forma, pode tratar a micose de unha bem no começo. Isso pode diminuir o tempo de tratamento e ajudar você a não interrompê-lo. E, quem sabe, já tratar outros problemas de saúde que possa ter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.